A Águas e Resíduos da Madeira (ARM) promove uma campanha de sensibilização para a Poupança de Água, com o mote: “Não deixe o futuro ir por água abaixo. Poupe água.”, dirigida a toda a população da Região, com o objetivo de consciencializar para o uso adequado do recurso hídrico, através da adoção de hábitos diários que visem a poupança deste bem essencial.

A campanha será divulgada em vários meios de comunicação (televisão, anúncios na imprensa, outdoors, ações de rua e ações em escolas e outras entidades) e tem uma mensagem geral focada na poupança do recurso hídrico, através de uma imagem forte que fala por si – relógio de areia (neste caso substituída por água). O tempo surge como um fator transversal a todas as nossas ações diárias. No caso da utilização da água e numa ótica de poupança, quanto menos tempo a usarmos, mais se poupará.

A redução da precipitação verificada nos últimos anos decorrente das alterações climáticas conduz à diminuição da água disponível na natureza, que associada ao aumento da procura de água provoca um desequilíbrio hídrico. Assim, a pressão sobre este recurso é hoje uma realidade com a qual nos confrontamos.

Este desequilíbrio condiciona fortemente o fornecimento de água às populações e ao regadio agrícola. Por isto, o uso eficiente da água é um imperativo, quer por razões ambientais – para assegurar a sustentabilidade dos ecossistemas e dos recursos atuais e futuros; quer por razões sociais – para assegurar a satisfação das necessidades de água potável à população bem como de água para regadio agrícola; e ainda por razões económicas, uma vez que os desperdícios de água contribuem para onerar as famílias e as empresas.

A água é um recurso cada vez mais escasso. Passa por todos nós a preservação deste bem essencial à vida. Cada gesto faz a diferença.

Boas práticas para um uso eficiente da água

Em casa:

    • Não deixe torneiras a pingar água. Mantenha em bom estado as canalizações de sua casa, torneiras, autoclismos e máquinas. Uma torneira a pingar durante 24 horas gasta, em média, 2 litros de água.
    • Tome duche em vez de banho de imersão. Num banho de imersão gasta, em média, 260 litros de água. Num duche gasta cerca 25 litros, se demorar apenas 5 minutos.
    • Não utilize a sanita como balde do lixo. Deite o lixo nos contentores adequados. Por cada descarga do autoclismo gasta, em média, 10 litros de água.

 

  • Utilize máquinas de lavar roupa e loiça com a carga completa.

 

  • Opte por eletrodomésticos com menor consumo de água e de energia. Ao poupar água também poupa energia. Reduza a sua Pegada Ecológica.

No jardim ou quintal:

 

  • Opte por ter plantas endémicas no seu jardim. Estão mais adaptadas ao clima e requerem menos rega.

 

    • Regue as plantas em hora de menor calor (de manhã ou à noite). Na hora de maior calor, muita água se perde com a evaporação.

 

  • Armazene água da chuva ou reutilize as águas de uso doméstico (resultantes de lavar frutas e legumes) e use na rega das plantas.

 

    • Não limpe o terreiro de mangueira, use uma vassoura. Por cada lavagem do terreiro gasta, em média, 100 litros de água.

 

  • Lave o carro com menos frequência. Quando o lavar utilize um balde e esponja e recorra o menos possível ao uso da mangueira.

 

Na via pública:

  • Se detetar uma fuga na rede pública de abastecimento, contate a ARM, através do número verde 800 910 500 – chamada gratuita (nos municípios aderentes à ARM), ou a entidade gestora (Câmara Municipal) da sua área de residência.

Em situações de escassez de água, adote medidas de poupança ainda mais restritivas. Lembre-se que a água que desperdiça, não chega a quem precisa.

“Não deixe o futuro ir por água abaixo. Poupe água.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here