24.6 C
Porto Santo
Quinta-feira, Setembro 21, 2017

O Projeto “Ser idoso: Percursos de uma vida ativa” promove atividades com vista ao bem-estar físico, mental e social dos idosos. A intervenção é feita junto dos idosos que frequentam a Associação Cultural e Recreativa do Espírito Santo (ACES) e o Centro de Dia e de Convívio da Fundação de Nossa Senhora da Piedade.

Objetivos

O Projeto “Ser idoso: Percursos de uma vida ativa” tem como objetivos:

  • Utilização de métodos de intervenção social;
  • Otimização das condições de saúde e de segurança (atividades de animação, lazer e ocupação de tempos livres);
  • Estimulação da vitalidade física e mental dos utentes;
  • Promoção do direito à cidadania, à igualdade de oportunidades e à participação nos vários níveis (económico, social e cultural);
  • Incutir hábitos de vida saudáveis para um Envelhecimento Ativo;
  • Promoção da autoestima do idoso;
  • Contribuição para o fortalecimento dos laços de vizinhança;
  • Estimulação da imaginação e da criatividade;
  • Contribuição para a socialização, combatendo o isolamento e exclusão social.

São realizadas diversas atividades, tais como:

  • Expressão artística e/ou musical;
  • Passeios e visitas ao património histórico e cultural da ilha do Porto Santo;
  • Visionamento de filmes sobre o Porto Santo;
  • Ações de informação e sensibilização (saúde, bem-estar e segurança na população sénior, direitos do idoso, entre outros);
  • Aulas de alfabetização e/ou línguas (inglês);
  • Torneios de jogos de mesa (damas, dominó e cartas);
  • Comemoração de dias festivos;
  • Recordar tradições orais e costumes da ilha do Porto Santo;
  • Diversos ateliers (dinâmicas de grupo, expressão oral e escrita, estimulação cognitiva, estimulação sensorial e gerontomotricidade – ginástica, caminhadas, jogos tradicionais e hidroginástica).

Passeios Seniores

A Câmara Municipal, com o intuito de promover o bem-estar social da população mais idosa e o Envelhecimento Ativo, proporciona anualmente passeios seniores à Ilha da Madeira e/ou a Portugal Continental. Estes passeios são realizados de modo a prevenir/reduzir os fenómenos de exclusão social, contribuir para a socialização e combater o isolamento associado a esta faixa etária. É de extrema importância, a existência destas deslocações, pois garantem o fortalecimento das relações interpessoais e o conhecimento de outros lugares, culturas, costumes, usos e tradições.