20.2 C
Porto Santo, Madeira
Quinta-feira, Junho 13, 2024

> Fontanário do Dragoal

PT | 

O povoamento da ilha do Porto Santo, iniciado por volta de 1420, foi dificultado por diversos fatores, entre eles os vários períodos de seca prolongada a que esta ilha esteve sujeita. Ainda na atualidade existem marcas da busca incansável pelo recurso indispensável à sobrevivência, nos inúmeros poços e furos existentes por toda a ilha. Os fontanários do Porto Santo são o testemunho vivo da cultura porto-santense, pontos de encontro entre os seus habitantes onde se partilhavam histórias, cantigas e vivências da ilha.

Esta construção remonta à segunda metade do século XX e é constituída por blocos de cantaria vermelha, no centro, e bordoado em cantaria branca do Porto Santo, onde se vê, na parte superior, um desgaste provocado pelo afiar de navalhas, utensílio indispensável aos homens do antigamente. A pia apresenta uma forma semicircular e o piso possui dois níveis de pavimento, um em calçada madeirense (calhau rolado) e outro em pedra semi-talhada de pequenas proporções.

Dragoal vem de Dragoeiro, Dracena draco subsp. draco, planta endémica da macaronésia, alvo de exploração por parte dos primeiros colonizadores devido à grande procura de “sangue de dragão”, assim chamado pelo nome da planta derivar do grego “drakaiano” que significa dragão.

EN | 

The settlement of the island of Porto Santo, which began around 1420, was hampered by several factors, including recurrent periods of prolonged drought to which the island was prone. Traces of the incessant search for this resource, vital for survival, can still be seen today in the countless wells and boreholes all over the island. Porto Santo’s public drinking fountains are living proof of that Porto Santo culture. They were where people swapped stories, songs and island news.

Built early in the latter half of the 20th century, this fountain is made of red stone blocks in the center, edged with white Porto Santo stone. Note the indentation on the upper edge caused by men who, in times gone by, would use it to sharpen their razors, an indispensable tool. The bowl of the fountain is semicircular and the floor has two levels of paving, one of Madeira-style round pebble-stones, and the other made of roughly shaped small stones.

Dragoal comes from the dragon tree (Dragoeiro, Dracaena draco subspec. draco), endemic plant of Macaronesia, explored by the first settlers due to the enormous demand for “dragon’s blood”, so called because the name of the plant derives from greek “drakaiano” witch means dragon.

 

Câmara Municipal do Porto Santo 
Edifício de Serviços Públicos
Rua Dr. Nuno Silvestre Teixeira,
Apart. n.81 9400-162 Porto Santo

Contatos:
Telf: (+351) 291 980 640
Fax: (+351) 291 982 860
E-mail: geral@cm-portosanto.pt